Agência de Marketing Digital – E-commerce, Google Ads, SEO | Agência FG

Blog

Compartilhe:

E-commerce | 17/06/2021

Conheça a história do e-commerce!

Você sabe qual a história do e-commerce? Presente diariamente na vida de milhares de pessoas, o desenvolvimento do comércio eletrônico pode até parecer recente, mas são longos anos de prática e aperfeiçoamento.

Afinal, essa modalidade, que nasceu em meados de 1960 nos Estados Unidos, evoluiu muito com o passar das décadas e, até mesmo, século.

Para ajudar você a conhecer melhor as lojas virtuais presentes em todo o mundo e como elas surgiram, a Agência FG preparou um artigo completo sobre a história do e-commerce.

Continue lendo e descubra como e porquê o comércio eletrônico surgiu para mudar a forma de compra entre os consumidores de todas as idades!

Antes de começar, afinal o que é o e-commerce?

Antes de visitarmos o passado do e-commerce e descobrirmos como ele surgiu, vamos entender melhor o que é essa transação eletrônica que tem feito cada vez mais sucesso entre consumidores de diferentes segmentos!

Sabe quando está mexendo no celular ou computador e encontra um produto que deseja comprar, ao clicar nele você será direcionado para uma página dentro de uma loja totalmente virtual. Esse é um e-commerce!

História do e-commerce: a evolução da modalidade | Blog Agência FG

Ou seja, quando o processo de compra e venda de produtos é realizado por meio de eletrônicos. Entre eles, os aplicativos móveis e a internet. Dessa forma, é possível encontrar lojas virtuais de diferentes áreas e com transações feitas online.

Mas, afinal, quando surgiu o e-commerce?

Como citamos logo no começo do artigo, o e-commerce surgiu em meados de 1960, nos Estados Unidos. No início seu foco principal era a troca de arquivos de solicitações de pedidos, ou seja, apenas mostrar ao dono da empresa que o cliente tinha interesse em solicitar determinado produto para compra.

A modalidade surgiu quando as companhias de telefone e internet começaram a utilizar o Eletronic Data Interchange, ou em tradução livre, Intercâmbio Eletrônico de Dados. Elas tinham como objetivo compartilhar arquivos e documentos de negócios entre empresas.

Assim, com a popularização da ferramenta, principalmente entre usuários autônomos, na década de 1990 duas gigantes da economia começaram a demonstrar interesse no sistema, a Amazon e o eBay.

De forma simultânea, as plataformas trabalharam de forma a revolucionar o e-commerce na América, deixando sempre o consumidor em evidência. Além, é claro, de ajudar a estabelecer algumas estratégias utilizadas até hoje!

Mas, com o passar dos anos e com o sucesso dos computadores e internet na década de 90, o e-commerce começou a ganhar cada vez mais espaço também em países menos desenvolvidos. Assim, em 1996 surgiram os primeiros registros de loja virtual no Brasil.

Contudo, apenas com o sucesso da Submarino, em 1999, é que os consumidores despertaram certo interesse na compra online de livros, por exemplo.

Os primeiros registros do comércio eletrônico no Brasil!

A história do e-commerce no país é bem recente, porém, nos primeiros anos, ainda na década de 90 os telefones e computadores não eram comuns entre os brasileiros. Dessa forma, pode se dizer que o sucesso da transação eletrônica se deu a partir do século XXI, com a internet discada.

No entanto, não podemos esquecer que, em 1995, o escritor e economista Jack London lançou a Booknet. A livraria virtual foi pioneira no e-commerce brasileiro e, ainda, ousava com a promessa de entrar o pedido em até 72 horas.

História do e-commerce: a evolução da modalidade | Blog Agência FG

Em 1999, a loja foi comprada e, só então, recebeu o nome de Submarino. A famosa marca que conhecemos hoje em dia como parte do grupo B2W, e que é uma fusão de diferentes empresas do comércio eletrônico, como Lojas Americanas, Submarino e Shoptime.

Além disso, no mesmo ano, surgiram os players de porte, ou seja, grandes investidores capazes de operacionalizar bancos digitais e permitir ao consumidor mais facilidade na hora do pagamento.

A Americanas.com e o Mercado Livre, por exemplo, são atualmente considerados os dois maiores e-commerces da América Latina com players de porte.

Principais vantagens do e-commerce para a época!

Imagine só no final do século XX e início do século XXI, se algo tão novo como a internet poderia oferecer tanta vantagem aos consumidores? Pois bem, esse era um dos motivos que levaram o e-commerce a fazer tanto sucesso como modalidade comercial na época.

Afinal, em meio às evoluções tecnológicas e desenvolvimentos do novo século, a transação eletrônica contava com maior disponibilidade, com compras realizadas 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Além da grande variedade de produtos e serviços, acesso rápido e prático e, claro, a maior vantagem para as lojas no e-commerce: o alcance internacional!

Como o e-commerce amadureceu ao longo dos anos?

A alta expectativa para a compra online fez com que milhares de empresas quebrassem antes mesmo de estarem presentes no mundo virtual. Dessa forma, com o estouro da “bolha da internet”, em 1999, muitos empreendedores não sabiam ao certo como começar a investir nessa nova modalidade.

Mas, apenas dois anos depois, em 2001, ferramentas de busca como o Cadê, Yahoo, Altavista e o Google já abrigavam banners de lojas online. Neste ano, o varejo digital movimentou cerca de R$ 550 milhões no Brasil.

Em 2002, o Submarino conseguiu manter o equilíbrio entre receitas e despesas de vendas online, o que serviu como exemplo para o amadurecimento dos demais e-commerces no país.

História do e-commerce: a evolução da modalidade | Blog Agência FG

Prova disso é que no ano seguinte, em 2003, a Gol foi a primeira empresa a vender passagens aéreas pela internet. Neste mesmo ano, nasceram dois grandes nomes do e-commerce no Brasil, o Flores Online e a Netshoes.

Dessa forma, em 2003, o faturamento das lojas virtuais brasileiras foi de R$ 1,2 bilhões. As vendas atingiram cerca de 2,6 milhões de consumidores em todo o país.

Uma nova era para o e-commerce!

Apenas dois anos depois, os números do e-commerce no Brasil dobraram! Isso porque, quase uma década depois da história do e-commerce começar por aqui, em 2005, a modalidade alcançou R$ 2,5 bilhões de vendas com um total de 4,6 milhões de consumidores totalmente online.

E o aumento das vendas do e-commerce não parou por aí! Em 2006, o faturamento das lojas online no país superou todas as expectativas e atingiu 76% no setor, com um total de R$ 4,4 bilhões e 7 milhões de clientes virtuais.

Sendo assim, grandes marcas como Pernambucanas, Marabraz, Boticário e Sony também começaram a vender pela internet!

A expansão do e-commerce nos anos seguintes!

Com a excelência do e-commerce em 2006, a expectativa para os próximos anos era ainda maior. Assim, em 2007, começa a descentralização do e-commerce brasileiro.

A popularização e o crescimento acelerado dos links patrocinados do Google, possibilitou que micro e pequenas empresas também começassem a investir nas principais dicas para e-commerce e estratégias de marketing digital. Com isso, elas passaram a competir de igual para igual com grandes nomes do mercado.

História do e-commerce: a evolução da modalidade | Blog Agência FG

Dessa forma, em 2007, o faturamento do e-commerce no país chegou a R$ 6,3 bilhões com 9,5 milhões de consumidores.

Mas, o crescimento não parou por aí! O ano seguinte guardava ainda mais surpresas para a história do e-commerce. Isso porque, em 2008, começou o fenômeno das redes sociais no Brasil! Assim, as lojas virtuais aproveitam a expansão de canais como Facebook e Twitter para investirem em ações de divulgação dos seus produtos.

Neste ano, o faturamento do e-commerce passa a ser de R$8,2 bilhões e, enfim, o Brasil registra a marca de 10 milhões de e-consumidores. Apenas um ano depois, em 2009, os números do e-commerce no Brasil representam R$10,5 bilhões no faturamento e 17 milhões de clientes online!

A evolução do e-commerce na última década!

E, não à toa, na última década a modalidade chegou a representar 4% do volume total do Varejo, isso com muito mais potencial para crescimento no setor.

O mobile, por exemplo, vem ganhando cada vez mais força e destaque nas transações eletrônicas. Além disso, com o avanço tecnológico na última década, a acessibilidade e velocidade das lojas se tornaram ainda maiores, conquistando milhões de novos consumidores.

História do e-commerce: a evolução da modalidade | Blog Agência FG

Com as inovações, os e-commerces passaram a investir em estratégias que oferecem descontos, ofertas exclusivas e, até mesmo, em sites com comparativos de preços. Assim, os compradores mais jovens enxergaram ainda mais benefícios em comprar online.

Uma nova década para a história do e-commerce!

A partir de 2010, com a expansão do e-commerce no mobile, as vendas online continuam a crescer de forma significativa no país. Assim, o número de faturamento que em 2011 marcava R$ 18,7 bilhões evoluiu para quase 62 bilhões em 2019.

Além disso, em 2020, de acordo com o índice MCC-ENET, o e-commerce brasileiro cresceu 73,88%. Um crescimento de 53,83% em relação a 2019. Vale lembrar que essa alta se deu, principalmente, em decorrência do distanciamento social como forma de prevenção da COVID-19.

Para completar, alguns itens e categorias também tiveram alta no número de vendas e atração de consumidores. No blog da Agência FG você também encontra um artigo especial sobre os 10 produtos mais vendidos durante a pandemia do novo coronavírus!

O futuro do e-commerce no Brasil!

Uma coisa é certa, a história do e-commerce ainda tem muito para crescer! Afinal, as inovações tecnológicas guardam expectativas e desafios que empresas de diferentes segmentos precisam estar preparadas para enfrentar.

Pensando nisso, algumas das principais mudanças que a evolução do e-commerce reserva são, sem dúvidas, as compras por comandos de voz e inteligência artificial. Isso porque, esse é um crescimento que não tem limites e é preciso estar sempre atento para garantir mobilidade e praticidade para diferentes padrões de consumidores!

História do e-commerce: a evolução da modalidade | Blog Agência FG

Na Agência FG, por exemplo, nossos especialistas são altamente qualificados para a performance, desenvolvimento e evolução da sua loja online! Não à toa, somos certificados como agência especializada em Criação de Loja Virtual para Linx Commerce.

Oferecemos serviços criativos, perfeitos para aumentar as vendas da sua loja virtual e, claro, estamos sempre de olho nas novas tendências do e-commerce. Com foco em acompanhar a história de quem compra e vende online!

Confie na Agência FG para a criação do seu e-commerce!

Agora que você já conhece a história do e-commerce e como a modalidade evoluiu ao longo dos anos, é hora de encontrar os especialistas ideais para ajudá-lo a ingressar na transação online. E, não à toa, a Agência FG é a escolha certa!

São mais de 11 anos de experiência, com dedicação diária no desenvolvimento de e-commerce consagrados em todo o país. Nossos profissionais estão prontos para atendê-lo da melhor forma possível e ajudar sua loja virtual a crescer todos os dias. Acesse nosso site e confira!

O Universo digital em suas mãos!

Cadastre-se e receba os melhores conteúdos sobre e-commerce, performance e marketing digital.

    Prometemos não utilizar suas informações para envio de SPAM.
    >