Agência de Marketing Digital – E-commerce, Google Ads, SEO | Agência FG

Blog

Compartilhe:

E-commerce | 15/07/2021

LGPD: saiba o que é e qual a sua importância para o e-commerce!

LGPD, ou simplesmente, Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, é essencial para a segurança da sua loja online e, não à toa, está presente nas principais plataformas de e-commerce. Afinal, ela garante a proteção dos dados pessoais e informações de cada usuário.

Dessa forma, a partir das mudanças na Lei Geral de Proteção de Dados, ficou muito mais fácil investir em ferramentas que garantem um e-commerce confiável e seguro. O que, sem dúvidas, atrai os consumidores e consolida a sua marca.

Pensando nisso, a Agência FG preparou este artigo completo com foco em ajudar você a entender a importância da LGPD e como adequá-la na loja virtual. Continue lendo e confira!

Para começar, entenda o que é LGPD!

Como citamos, LGPD é a sigla para a Lei Geral de Proteção de Dados, ou seja, a norma é responsável por regular o tratamento de dados pessoais dos cidadãos brasileiros em compra e venda dentro e fora do país. De forma geral, a lei apresenta normas que dizem o que sua empresa pode fazer com os dados coletados dos clientes.

Essa segurança tem como base garantir alguns princípios básicos das transações comerciais online, como o respeito à privacidade. Sancionada em 2018, a Lei de Proteção de Dados levou cerca de dois anos para entrar em vigor.

Contudo, as sanções administrativas serão exercidas a partir do próximo mês, mais precisamente do dia 1º de agosto de 2021. Dessa forma, pessoas físicas e jurídicas que não respeitarem os preceitos da legislação terão correções aplicadas junto ao órgão federal e Poder Executivo.

LGPD: conheça a importância da lei no Blog da Agência FG

Vale lembrar que, apesar de sancionada em 2018, a LGPD vem sendo praticada desde 2010 e alguns acontecimentos foram importantes para a aprovação da nova lei.

Entre eles, o Marco Civil da Internet, com a revelação de práticas de espionagem reveladas pelo ex- analista de sistemas da CIA, Edward Snowden. Além do escândalo da Cambridge Analytica e aprovação da Legislação Europeia de Proteção de Dados, a GDPR.

Quais dados a LGPD protege?

Ao acessar o texto completo sancionado pelo então presidente, Michel Temer, encontra-se no artigo 5º os dados protegidos pela lei que tem como base a segurança da “informação relacionada à pessoa natural identificada ou identificável”.

Dessa forma, além de garantir a proteção de dados básicos, como nome e sobrenome, a nova LGPD também inclui:

  • Definição de apelido;
  • Idade,
  • Foto,
  • Endereço residencial,
  • E-mail,
  • Endereço de IP,
  • Histórico de comprar e mais.

Vale lembrar que a responsabilidade com a segurança desses dados não se restringe apenas à loja online!

A importância da Lei Geral de Proteção de Dados!

Mesmo com o aumento das compras no e-commerce durante a pandemia, muitos consumidores ainda apresentam inseguranças na hora de comprar online, principalmente considerando sites que requeiram a descrição de dados pessoais. É aí que entra a importância de uma loja nas normas LGPD!

Afinal, a lei deixa a transação da sua loja muito mais transparente e protegida, o que fortalece a relação com o cliente. Além disso, ao seguir as normas de proteção previstas, sua marca também cresce no mercado, reconhecida pela credibilidade diante do fornecimento de produtos, relação com o consumidor e armazenamento de dados pessoais.

Como adequar a marca a Lei Geral de Proteção de Dados?

Agora que você já conhece a LGPD, é hora de colocá-la em prática no seu e-commerce. E, para ajudar, a Agência FG explica a seguir cada passo necessário para aplicar a lei na sua marca. Confira!

1º Reformule os formulários de coleta de dados

A nova LGPD não vê a obrigatoriedade de que o formulário de informações colete certos dados e, permite ao usuário que se recuse a fornecer além do e-mail e endereço de entrega.

Dessa forma, revise o formulário de venda da sua loja e evite pedir informações desnecessárias, mantendo apenas as previstas na lei.

2º Faça a catalogação no banco de dados da sua loja

A LGPD prevê que os titulares dos dados possam solicitar o acesso às informações fornecidas. Portante, é importante manter seu banco de dados sempre atualizados. Dessa forma, você otimizará tempo na hora de fornecer os dados.

3º Tenha um formulário para exclusão de dados

A lei também diz ser um direito do consumidor solicitar a exclusão dos dados no banco de informações da loja, por isso, mantenha a organização também no formulário para exclusão.

LGPD: conheça a importância da lei no Blog da Agência FG

4º Peça a autorização para a comunicação

Uma coisa é certa: o consentimento é a base das normas da LGPD. Pensando nisso, sempre solicite a autorização para enviar e-mails, SMS e, até mesmo, mensagens no WhatsApp do cliente.

O ideal é criar pop-ups para o consumidor liberar a autorização dessas mensagens ao entrar ou finalizar a compra na loja.

5º Mantenha o seu e-commerce sempre seguro

Outro passo importante para a LGPD é reforçar a segurança da sua loja online. Para isso, invista em ferramentas de monitoramento, e evite incidentes como o vazamento de dados pessoais dos consumidores.

6º Esteja atento a política de privacidade da loja

A sanção da Lei Geral de Proteção de Dados também deixou em evidência a política de cookie, de privacidade e tratamento de dados.

Por isso, o recomendado é deixar essa comunicação o mais transparente possível, com mensagens explicativas sobre o porquê sua marca tratará os cookies e usará os dados coletados.

7º Revise os contratos da sua loja

Para adequar sua loja à LGPD, é importante revistar bem todos os contratos das empresas parceiras, principalmente aquelas que recebem ou passam os dados dos consumidores. Isso porque, ambas precisam estar bem alinhadas na implantação das novas normas.

Além disso, é essencial que a comunicação seja clara quanto ao papel de cada uma na manipulação dos dados coletados.

Por que preparar o seu e-commerce para a LGPD?

Como citamos, a LGPD entra em vigor para oferecer mais segurança às transações comerciais online. Pensando nisso, é importante manter a sua loja virtual adequada às novas normas. Afinal, vale lembrar que o não cumprimento da lei implica em penalidades como perda de até 2% na porcentagem no faturamento da empresa.

LGPD: conheça a importância da lei no Blog da Agência FG

Além disso, se sua marca acumular infrações, você pode pagar até R$ 50 milhões em multas. Por isso, é essencial já começar a implantar essas mudanças na sua loja, a fim de prevenir problemas e evitar o pagamento de multas em valores altos.

Escolha a Agência FG para a implantação do seu e-commerce!

Referência em performance, desenvolvimento e evolução do e-commerce de grandes marcas, a Agência FG conta com mais de 11 anos de experiência em serviços de alta qualidade com foco no marketing digital da sua loja virtual.

Por isso, conte com a excelência de nossos colaboradores e escolha a agência ideal para manter sua marca em crescente evolução no mercado. Acesse e conheça nossos serviços!

>