Agência de Marketing Digital – E-commerce, Google Ads, SEO | Agência FG

Blog

Compartilhe:

Blog | 18/06/2020

A importância das mídias sociais durante a quarentena

Redes Sociais ou Mídias Sociais?

Toda vez que falamos de “mídias sociais”, nossa mente nos remete diretamente aos canais de compartilhamento de informações, como o Facebook, Instagram, Tik Tok e tantos outros. É comum rolar uma confusão com “redes sociais”, mas o conceito é um pouco diferente. Afinal, redes sociais se refere as redes de relacionamentos entre pessoas, que têm como objetivo aproximar os participantes dessa teia. Numa ideia geral, as redes sociais se encaixam dentro de mídias sociais, mas não resumem o termo. 

mídias sociais vai muito além do que só a teia que relaciona as pessoas: o termo inclui todos os canais e ferramentas que possamos, porventura, utilizar. Também por meio desta que muitos divulgam seu trabalho de forma descentralizada (ou seja, durante sua navegação, você é impactado com um anúncio patrocinado ou até mesmo orgânico de algum colega seu), criam conteúdo e interagem entre si. 

Ao citarmos números, a pesquisa do The Global State of Digital feita em 2019, aponta que hoje existe cerca de 4.3 bilhões de pessoas conectadas a internet, e dessas, 3.4 bilhões são usuários ativos em redes sociais. Surreal!

O papel das Mídias Sociais na quarentena

Durante o período de quarentena, nações inteiras foram orientadas a ficarem em suas casas para evitar a contaminação da COVID-19, e por conta disso, o cenário de uso das redes sociais aumentou consideravelmente. Afinal, o único canal seguro em que podemos nos conectar com a família, matar as saudades dos amigos e até encontrar novos paqueras, tem sido através das redes sociais, não é mesmo? 

Inclusive, marcas que antes não se preocupavam com o posicionamento digital, hoje veem a situação de outra forma, já que por orientação do Governo para conter a disseminação do vírus, a grande maioria das lojas e restaurantes estão fechados por tempo indeterminado, afetando diretamente seus resultados, e levando muitos até mesmo a falência.

Frente a essa necessidade, as marcas têm tido a oportunidade incrível de construir um novo relacionamento com seus clientes, através de seus perfis on-line. Diariamente, são lançadas diversas enquetes, interações nos perfis, lives (os próprios representantes do Instagram afirmaram que o crescimento das lives foi de 70% durante o mês de março!), e dessa maneira, as marcas conquistam seu espaço digital, novos seguidores e potenciais compradores, além de fidelizarem seus clientes antigos, criando verdadeiros “advogados de marca” de forma orgânica.

Talvez você ainda não tenha como hábito seguir os perfis de suas marcas favoritas, mas vale citar que uma pesquisa feita pela Sprout Social com cerca de mil consumidores em maio deste ano, apontou que 89% dos consumidores pretendem comprar produtos de uma marca que eles seguem em suas redes sociais, e 84% disseram que eles preferem comprar de uma marca que eles seguem, do que de um concorrente.

A mesma pesquisa indica que cerca de 57% dos consumidores seguem as marcas para saber sobre novos produtos e serviços, e 40% para descobrir novas promoções e descontos exclusivos

Pequenos empreendedores e criadores de conteúdo também estão se beneficiando do uso de mídias sociais, porque conseguem divulgar seu trabalho de forma sólida, graças a quarentena. Afinal, como comprar aquela blusinha, pedir seu prato favorito naquele restaurante que você adora, ou comprar o presente do Dia dos Namorados, se as lojas e restaurantes estão fechados?

Além disso, uma boa opção para quem já entendeu a necessidade de posicionamento, que é ainda mais eficaz para trazer resultados palpáveis através das mídias sociais, é investir em anúncios patrocinados. Afinal, com eles, é possível direcionar os seus anúncios para usuários que engajaram com sua página, visitaram seu site ou abandonaram um produto no carrinho, e até mesmo um público conhecido como “lookalike”, ou seja, usuários que têm hábitos de navegação semelhantes aos que já te seguem ou visitam seu site. Além disso, seus anúncios podem ter o formato de catálogos e carrossel na timeline do Facebook, story no Instagram, entre outras opções.

Nesse contexto, concluo esse artigo com uma reflexão: como seria nossa quarentena sem as mídias sociais? Você consegue imaginar? 

x

Invista em marketing digital e veja sua empresa decolar! Converse com um especialista e conheça a FG.

>