Agência de Marketing Digital – E-commerce, Google Ads, SEO | Agência FG

Blog

Compartilhe:

Blog, E-commerce | 20/07/2021

Aumento do e-commerce na pandemia: entenda o porquê desse crescimento!

O aumento do e-commerce na pandemia é algo inquestionável. Diversos indicadores apontam para números recordes de vendas online no último ano. Porém, você já parou para analisar o porquê disso? 

E o mais importante: o seu negócio também está experimentando esse crescimento proporcionado pelo momento que vivemos? Se não, ou se pretende expandir mais ainda sua atuação, este artigo é para você! 

Aqui, a Agência FG esclarece como e porque ocorreu essa expansão do e-commerce no último ano. Além disso, trazemos quais tendências de mercado devem ser acompanhadas para que sua empresa se destaque no ambiente digital. Por isso, não perca nenhum detalhe e boa leitura. 

O que ocasionou o boom das vendas online? 

No dia 26 de fevereiro de 2020, o Brasil registrou o primeiro caso de coronavírus no país. Daí em diante, a rotina dos brasileiros mudou radicalmente. O desconhecimento do vírus causou uma paralisação abrupta de trabalhos e serviços.

Para se ter uma ideia, 1,3 milhão de empresas suspenderam suas atividades devido à crise sanitária. Apesar disso, as necessidades das pessoas continuavam, o que ocasionou uma rápida e urgente mudança na forma de consumo. Impossibilitadas de saírem de casa, a alternativa foi a compra pela internet

Inicialmente, de acordo com um levantamento da Nielsen divulgado pelo Sebrae, a maioria das vendas online correspondia a itens de abastecimento de emergência e suprimentos de saúde.

Contudo, com o desenrolar da pandemia, o comportamento do consumidor se modificou e, naturalmente, outros setores também apresentaram crescimento. O resultado, no final de 2020, segundo um relatório da Mastercard, foi a expansão do e-commerce em 75% no Brasil. 

Isso nos colocou em sétima posição no ranking global de crescimento do varejo virtual no último ano. E a previsão é animadora: a estimativa é que, em 2021, alcancemos o segundo lugar.

Mudanças de hábitos dos brasileiros 

Antes de todas as transformações que a pandemia trouxe, o Brasil já vinha apresentando progressos em relação às vendas no ambiente digital. 

Em 10 anos, a população conectada mais que dobrou e já tínhamos um milhão de lojas online ativas. Além disso, 36% das empresas já apresentavam de 30% a 100% do seu faturamento a partir do comércio eletrônico.

Apesar disso, as novidades, que vinham a passos lentos, foram intensificadas no ano passado. O levantamento “Changes after Covid19, Global”, conduzido pela consultora McKinsey, aponta para o Brasil como o 4.º país do mundo em adoção de novos hábitos de consumo desde o início da pandemia. 

Aumento do e-commerce na pandemia |  Blog da Agência FG

Entre os indicadores, a pesquisa mostrou que 84% dos consumidores adotaram novos hábitos na hora de comprar. Somado a isso, vale destacar que, em 2020, o comércio eletrônico ganhou 13 milhões de novos consumidores

A boa notícia para os varejistas é que, de acordo com o estudo “Novos hábitos digitais em tempos de Covid-19”, realizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), 70% dos consumidores brasileiros pretendem continuar comprando mais pela internet do que costumavam antes da pandemia. 

Isso comprova o impacto direto da pandemia nos hábitos de consumo dos brasileiros. Até porque, esse resultado está intrinsecamente ligado à praticidade, comodidade e segurança que o e-commerce proporciona aos clientes. 

Contudo, para entregar essa experiência para os usuários, é necessário que as empresas estejam preparadas para atualizar inúmeros processos internos.

Prepare sua empresa para atender e vender bem

Apesar do crescimento do e-commerce no Brasil não representar o fim das lojas físicas, é importante destacar que as vendas estarão cada vez mais concentradas no ambiente digital. 

Essa tendência é destacada pelo relatório Global Outlook 2021 da Mastercad. O documento estima que 20 a 30% das compras que antes eram feitas em lojas físicas e, passaram para meio digital durante o isolamento social, serão mantidas quando a crise sanitária acabar.

Além disso, o comércio eletrônico em si ainda tem um panorama extremamente promissor no Brasil. O estudo The Global Payments Report 2021, conduzido pela Worldpay from FIS, projeta que o mercado de e-commerce brasileiro deve crescer 57% até 2024.

Por isso, desde o início da pandemia, 79% das empresas de pequeno porte fizeram alterações para operar digitalmente. Dessas, mais de 50% afirma que passou a fazer, pelo menos, metade de suas vendas digitalmente

Sendo assim, criar estratégias e preparar sua empresa para atender às necessidades dos clientes, do início ao fim de uma compra, é fundamental. 

Estratégias para se atentar 

Com o mercado em polvorosa, com altos volumes de vendas e, consequentemente, uma concorrência mais acirrada, as ordens da vez são: se destacar e prestar um serviço eficiente e satisfatório. 

Para isso, o planejamento de todos os setores da empresa, em especial de vendas, é imprescindível. Nesse caso, a tecnologia é uma grande aliada para otimizar processos. 

A seguir, apresentamos alguns exemplos de estratégias relacionadas às novas tendências de mercado e consumo para otimizar o seu negócio e melhorar a experiência de compra do seu público. Confira: 

Explore o omnichannel

Como pontuamos, o aumento do e-commerce na pandemia não significa o fim das lojas físicas. Contudo, para isso, é preciso apostar em novas estratégias, como o omnichannel

O conceito principal desse método é a integração entre lojas físicas, lojas virtuais e consumidores. Dessa forma, se mostra extremamente eficaz por inúmeros motivos. Um deles é a possibilidade de ver e/ou experimentar um produto ao vivo antes de comprá-lo. 

Nesse caso, mesmo que a compra não seja finalizada presencialmente, as chances de ser fechada online aumentam muito graças a essa experiência. Além disso, as lojas físicas também podem servir como centros de distribuição e até pontos de retirada

Isso torna a compra ainda mais vantajosa, visto que isenta o cliente do frete e diminui o prazo de entrega.

Invista em melhorias da sua loja online 

Na maioria das vezes, a primeira pesquisa antes de uma compra ocorre online. Por isso, a sua loja virtual precisa estar pronta e funcionando com excelência para receber bem o usuário. 

Para isso, é crucial contar com uma loja com excelente usabilidade. Além disso, boas descrições, correções de bugs, segurança e uma versão mobile eficiente também não podem ficar de fora da sua loja online.

Até porque, de acordo com as previsões, 60% das vendas de e-commerce serão feitas no mobile até 2025.

Otimize a logística da sua empresa 

Uma logística eficiente é essencial para o sucesso de uma empresa, especialmente quando realiza vendas online. Até porque, questões como estoque, tempo de entrega e frete impactam diretamente nas vendas.  

Sendo assim, otimizar os processos relacionados a esse setor se torna cada vez mais urgente! Você pode ler mais sobre Logística para e-commerce neste artigo. 

Conte com a Agência FG para o crescimento do seu negócio 

Entendeu porque é importante compreender o que ocasionou o aumento do e-commerce na pandemia? Analisar a fundo as tendências e acompanhar as projeções pode auxiliar na criação de novas estratégias que trarão resultados surpreendentes para a sua empresa. 

E, para isso, pode contar com a Agência FG! Referência em performance, desenvolvimento e evolução do e-commerce de grandes marcas, contamos com mais de 11 anos de experiência em serviços de alta qualidade com foco no marketing digital da sua loja virtual. 

Confie na excelência de nossos colaboradores e escolha a agência ideal para manter sua marca em crescente evolução no mercado. Acesse nosso site e conheça todos nossos serviços!  

>